INVESTIGAÇÃO GEOTÉCNICA

Para o reconhecimento dos perfis dos solos e suas respectivas características geotécnicas, é realizada uma investigação geotécnica. Um exemplo é a sondagem que, através de descrições e índices obtidos para as diversas camadas existentes, determina a variação da resistência do solo com a profundidade.

Além disso, a investigação geotécnica permite a identificação de características geométricas e estruturais, e fornece parâmetros para os projetos, minimizando riscos e custos.

Sondagens a Trado Manual

A sondagem a trado consiste numa perfuração manual de pequeno diâmetro, por meio de um dispositivo de baixa a média resistência para perfuração de solo.

O trado é constituído por uma haste metálica, onde é fixada uma haste ortogonal numa das extremidades, enquanto que na outra extremidade podem ser fixados diversos tipos de perfuradores. Essa sondagem é utilizada essencialmente para a coleta de amostras de solo, e os trados manuais são geralmente usados até profundidades de cerca de 6 metros e em solos pouco consistentes. Os furos assim abertos podem requerer ou não tubagem de revestimento.

Sondagens DPL

O DPL é um Penetrômetro Dinâmico Leve portátil, útil para sondagem de caracterização da estratigrafia, nível de água e ensaio de resistência do solo até 12 metros de profundidade, e se mostra como uma alternativa para as investigações geotécnicas por motivos econômicos, logísticos e técnicos - desmontado, as peças tem tamanho inferior a 1 metro, o peso total do equipamento é de 82 kg, pode ser operado por duas pessoas e transportado em veículos leves.

Sondagens à Percussão (SPT)

A sondagem a percussão é também chamada de “simples reconhecimento” ou, ainda, de “Sondagem SPT” (“Standard Penetration Test”, ou seja, “Teste de Penetração Padrão”). Este processo é muito usado para conhecer o subsolo, fornecendo subsídios indispensáveis para escolher o tipo de fundação.

Sondagem Mista e Sondagem Rotativa

Sondagem Rotativa é um método de investigação que consiste no uso de um conjunto motomecanizado projetado para a obtenção de amostras de materiais rochosos, contínuas e com formato cilíndrico, através de ação perfurante dada basicamente por forças de penetração e rotação que, conjugadas, atuam com poder cortante. A amostra de rocha obtida é chamada de testemunho.

É conhecida como Sondagem Mista quando executada junto com SPT - o equipamento avança em solos alterados e rochas, obtendo diretamente as amostras (testemunhos), exatamente sobre a rocha a ser explorada proporcionando oportunidade para uma série de ensaios.

Através desse método pode-se indicar o tipo de rocha, grau de alteração, fraturamento, coerência, xistosidade, porcentagem de recuperação, além do índice de qualidade da rocha.

Controle Tecnológico de Terraplenagem

Nas operações de terraplenagem, acompanhamos o processo que compreende o lançamento, espalhamento, pulverização e compactação do solo. Além disso, são efetuados os ensaios de campo para determinação do grau de compactação e da determinação dos desvios em relação à umidade ótima.  Para os demais ensaios, coletamos amostras para envio ao Laboratório, dos materiais destinados aos aterros para execução de ensaios de caracterização, compreendendo a compactação, índice de suporte Califórnia (CBR), Granulometria, limites de liquidez e plasticidade, entre outros.

Laboratório de Solos

Executamos ensaios de mecânica dos solos e rochas.

VOLTAR